Diretor: 
João Pega
Periodicidade: 
Diária

Cinema é tema de discussão e reunião um fim-de-semana na Curia


tags: Anadia Categorias: Cultura quarta, 30 outubro 2019

O Hotel Termas da Curia é o cenário para o Encontro Nacional de Cineclubes, que se vai realizar entre 8 e 10 de novembro e vai juntar cerca de 60 representantes dos cineclubes nacionais. Na Bairrada nasceu um dos mais recentes, que tem a ambição de juntar vários concelhos da região.

“Ao final do primeiro mês de atividade, marcámos presença na primeira assembleia da Federação Nacional de Cineclubes. Marcou-se o encontro para o ano seguinte, que também seria para a reunião da Federação Internacional. Surgiu então a possibilidade de se fazer na Bairrada, em que era um local importante atendendo ao espaço cénico, com um território que tem sido alvo de trabalhos cinematográficos”, descreve ao Jornal da Mealhada o presidente do Cineclub Bairrada, Artur Castro.

Um dos temas em discussão é o desenvolvimento do sentido crítico da cinefilia, contrastando, segundo Artur Castro, com o que acontece na indústria cinematográfica. “Os cineclubes têm uma atividade à parte da própria indústria. Agregam formas e componentes com que o cinema seja entendido como uma arte. Que seja uma arte para formar consciências, sendo que o 'mainstream' é mais de formatar consciências. Um dos nossos objetivos é fazer com que o público tenha sentido crítico”, entende.

No total, há 31 cineclubes em Portugal, espalhados por todo o Portugal Continental e ilhas. Nesse fim-de-semana realiza-se também a reunião da Federação Internacional de Cineclubes.

 

Cineclube regional

Co-organizador do evento, o Cineclub Bairrada iniciou atividade há cerca de um ano, juntando algumas associações que já organizavam eventos cinematográficos, como o Clube de Ancas, em Anadia. “Houve vontade de fazer um clube que não fosse tão local, mas mais regional. Com programação na Mealhada, Anadia, Águeda e Oliveira do Bairro”, explica ao Jornal da Mealhada Justino Melo, um dos dinamizadores do Cineclub Bairrada na Mealhada. Prossegue que o próximo objetivo é alargar a atividade do clube para Vagos.

Na Mealhada, o Cineclub Bairrada tem tido como principal atividade as “Quartas-feiras clássicas”, uma iniciativa onde são projetados filmes clássicos e que já se realizava em Cantanhede. Justino Melo conta que o evento começou em 2016, a ser dinamizado por Vasco Espinhal Otero em Cantanhede, tendo começado a realizar-se na Biblioteca Municipal da Mealhada em março de 2019. A última sessão realizou-se a 23 de outubro e contou com a exibição de “A Última Vez que Vi Paris”, um filme de 1954, que conta com Elizabeth Taylor e Van Johnson nos principais papéis. “Todas as iniciativas na Biblioteca Municipal da Mealhada têm tido uma adesão de 15 a 20 pessoas, o que não é mau. É um público sobretudo mais velho, ainda não conseguimos chegar aos jovens”, aponta Justino Melo.

Apaixonado por cinema, Justino Melo não hesitou em integrar este projeto. “O meu pai era bilheteiro e desde os 10 anos que frequento o cinema. Aos 17 anos tornei-me projecionista, atividade que desenvolvi durante 15 anos. Ainda hoje, domingo em que não vá ao cinema não é domingo”, destaca.