Diretor: 
João Pega
Periodicidade: 
Diária

Dia das Florestas e da Água são celebrados em Cantanhede com uma semana de atividades de sensibilização


tags: Cantanhede, Semana, Floresta Categorias: Região sexta, 15 março 2019

A “Semana da Floresta” terá início a 18 de março e termina a 23. Ao longo destes dias a Câmara Municipal de Cantanhede pretende levar a cabo um conjunto de ações de educação ambiental, dirigidas a crianças e jovens em idade escolar, para assinalar o Dia Internacional das Florestas, celebrado a 21 de março, e o Dia Mundial da Água, comemorado no dia seguinte.

O Gabinete de Recursos Naturais do Município, a Divisão de Cultura, Desporto e Turismo, assim como a INOVA-EM (Empresa de Desenvolvimento Económico e Social de Cantanhede), os Sapadores Florestais da Freguesia da Tocha, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede e o Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da Guarda Nacional Republicana, são as entidades envolvidas na organização desta semana celebrativa.

Crianças do concelho são o foco desta semana de atividades

Segundo avança a edilidade, no primeiro dia desta semana está programada a ida dos alunos da EB1 de Cantanhede Sul e do Centro Escolar de Cantanhede à Biblioteca Municipal, para ouvir Carmen Zita Ferreira, autora do livro “Beatriz, a Árvore Feliz”, contar a história de “uma bolota, a Beatriz, desde que se soltou do ramo de um sobreiro até se tornar uma forte e elegante árvore, oferecendo ramos aos pássaros todas as primaveras, para lá fazerem os seus ninhos, para além da sempre apetecível, fresca e sublime sombra”. Terminada a história, far-se-á uma sementeira de bolota de sobreiro ou a plantação de sobreiros no Parque de São Mateus, em Cantanhede.

Entre 19 e 21 de março, o Gabinete de Recursos Naturais da Câmara vai dinamizar uma atividade denominada “Conhecer as Árvores…Compreender a Floresta”, no Centro Educativo de Cadima e no Jardim de Infância do Centro Social e Paroquial de Cadima, respetivamente. Com esta atividade pretende-se “sensibilizar a população escolar para a importância da preservação das árvores e das florestas, quer ao nível do equilíbrio ambiental e ecológico, como da própria qualidade de vida dos cidadãos”. Por um lado, no Centro Educativo de Cadima, as crianças vão ter oportunidade de “conhecer as árvores que fazem parte do recinto da escola”, estando prevista, no final, a catalogação do Património Arbóreo. Por outro, no Centro Social e Paroquial de Cadima, está previso um “passeio a pé através de um circuito previamente definido, com paragens em vários locais estratégicos onde serão realizadas diversas atividades de forma a usar os cinco sentidos, que são responsáveis pela nossa capacidade de observar e interpretar o ambiente que nos rodeia, ou seja, captar diferentes estímulos ao nosso redor”.

No dia 20 de março irá decorrer uma ação denominada “Mar & Floresta…Os Pulmões do Planeta Terra”, cujo objetivo é “despertar o interesse para a importância que as florestas marinhas e terrestres têm e como são fundamentais para a manutenção dos ecossistemas”, assim como para “a influência que os oceanos exercem em todos os aspetos da vida no planeta, de que forma afetam e são afetados pelas alterações climáticas e o que isso significa a longo prazo, para além de apresentar comportamentos mais racionais e eficientes na utilização de recursos”.

Dia Internacional das Florestas é celebrado com uma ação de plantação no Parque de S. Mateus

“Plante uma Árvore e Proteja a Vida” é a atividade proposta pelas equipas do Gabinete de Recursos Naturais e pela INOVA-EM para dia 21 de março. Neste que é o Dia Internacional das Florestas, a população será convidada “a juntar-se aos trabalhadores da autarquia e da empresa municipal, para plantar pelo menos uma árvore no Parque de S. Mateus de Cantanhede, valorizando ainda mais o património botânico do município”.

No Dia Mundial da Água, a 22 de março, os alunos da EB1 de Murtede vão conhecer as razões pelas quais “A Água é o veículo da natureza”, através da abordagem de dois temas: “A água: um recurso a preservar”, mediante o qual será dado o alerta para a necessidade de novos padrões de uso racional deste recurso; e “Água, fonte de vida”, cujo papel da vegetação ribeirinha como fator de proteção, conservação e valorização dos sistemas fluviais, será o enfoque deste tema.

Sessão formativa sobre queimas encerra a “Semana da Floresta”

A encerrar a “Semana da Floresta”, no dia 23 de março, irá ser feita, no período da manhã, uma atividade de sensibilização, denominada “Queima em Segurança”. Com esta iniciativa, realizada na Zona Industrial da Tocha sob orientação dos Sapadores Florestais da Freguesia de Tocha, Bombeiros Voluntários de Cantanhede e Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da Guarda Nacional Republicana, pretende-se “alertar todos os proprietários florestais, agricultores e prestadores de serviços de como se deve fazer uma queima de sobrantes agrícolas/florestais (podas de vinha, oliveiras, entre outras) em segurança, bem como elucidar os presentes sobre os requisitos legais, de forma a evitar constrangimentos e eventuais comportamentos indevidos e infrações”.

Os objetivos das atividades que se vão desenrolando passam por “promover junto da população escolar do concelho a consolidação de conhecimentos sobre a floresta e o que ela representa para a comunidade e para o equilíbrio dos ecossistemas, fomentar a adoção de atitudes favoráveis à correta utilização dos recursos naturais, fortalecer a relação das crianças e jovens com o meio natural e consciencializar para a importância da gestão da floresta como fator de salvaguarda e preservação da biodiversidade”, explica a autarquia em nota de imprensa.